Como comprar um imóvel em Portugal? Saiba Agora!

Categoria(s): Imóvel em Portugal
05/06/20 17:21 - Atualizado a 1 mês

Se pretende comprar algum imóvel em Portugal, algum imóvel de férias ou investir, este artigo é justamente a você.

Portanto, a primeira coisa a fazer é saber se existem restrições ao direito de comprar ou possuir um imóvel como estrangeiro.

Porém, não se preocupe, Portugal não tem restrições, pode comprar um imóvel em qualquer lugar do país.

No entanto, ainda precisará superar alguns obstáculos de burocracia.

Por exemplo, irá necessitar de um número fiscal português (número de contribuinte ou NIF, número de identificação fiscal) antes de poder adquirir um imóvel.

O pedido deve ser feito à administração fiscal ou aos serviços financeiros e terá de pagar uma pequena quantia.

Pode fornecer a morada do seu advogado como morada de correspondência, se ainda esteja sem imóvel em Portugal.

Saiba tudo que é preciso para viver em Portugal!

Como comprar imóvel em Portugal?

Se for cidadão de um país no qual não pertencente à UE, também terá de nomear um representante fiscal nesse país.

Novamente, sua escolha provavelmente será seu advogado.

Os bancos de Portugal não devem ser um problema quando se trata de empréstimos a estrangeiros.

Mas, apenas emprestam 70% do valor do imóvel a quem vem do exterior, esse valor sobe para 80% se você pretende se tornar um residente.

Você pode simplesmente se inscrever em um banco local.

Documentos exigidos

Primeiramente, é importante ter em mente que as imobiliárias são exigentes em Portugal.

Mas, em caso de aluguel diretamente com o proprietário, o processo é simplificado.

A documentação exigida é a seguinte:

  • Documento de Identificação (Passaporte ou título de residência);
  • Comprovativo de meios de subsistência;
  • NIF (semelhante ao CPF no Brasil);
  • Adiantamento do aluguel (de 2 a 6 meses);
  • Na maior parte das vezes pedem um fiador, no qual pode ser substituído pelo maior número de meses de aluguel de adiantamento.

Portanto, é preciso, ao mesmo tempo, ficar atento quando não houver contrato.

O documento é imprescindível para solucionar possíveis problemas que possam surgir no decorrer da sua estadia.

imóvel em portugal

Categoria do imóvel em Portugal

Primeiramente, Portugal tem vivido um “boom” do turismo nos últimos anos (+65% desde 2013).

Este belo destino ibérico é divulgado nos meios de comunicação de todo o mundo.

Dessa forma, despertando assim um forte interesse dos viajantes nos quais procuram novos destinos para explorar.

Face a esta explosão turística, algumas regiões de Portugal enfrentam uma escassez de alojamentos para arrendamento de “longa duração”.

Com efeito, muitos edifícios são reabilitados, porém, não tem o objetivo de criar habitação aos residentes em Portugal.

Mas, com o objetivo de dar resposta ao desenvolvimento turístico.

Em seguida, vemos hotéis, albergues e apartamentos de locação sazonal em detrimento da acomodação de longo prazo.

Os proprietários preferem este tipo de arrendamento de “curta duração”, no qual até agora tem sido muito rentável.

Mesmo ele estando cada vez com melhor regulamentado em Portugal.

Ao alugar um imóvel em Portugal, você pode se deparar com algumas siglas, saiba então, elas possuem um significado muito importante, veja a lista abaixo:

  • T0: sem quarto, como uma kitnet;
  • T1: apenas um quarto além dos cômodos;
  • T1 + 1: possui um quarto, mas, com a possibilidade de transformar outro cômodo em quarto. Geralmente é menor e sem janelas;
  • T2: possui dois quartos;
  • T3: possui três quartos.

Aluguel de imóvel

Alugar imóvel em Portugal estão entre os mais atrativos da Europa em termos de preço.

Dados recentes do Instituto Nacional de Estatística mostram o preço médio do imóvel em Portugal é de 1.187 euros cada metro quadrado.

Sendo assim, 1.243 euros aos apartamentos e 1.090 euros as moradias.

No entanto, os preços dos produtos variam consideravelmente nas regiões.

As duas zonas mais baratas, o Centro e o Alentejo, têm preços cerca de metade do pago no Algarve.

Portanto, em ambas as zonas, pode-se comprar um imóvel por menos de 1000 euros o metro quadrado.

Os caçadores de imóveis devem começar por Évora, Elvas, Coimbra ou Aveiro.

A semelhança do mercado de aquisição de imóvel, o mercado de arrendamento em Portugal é atualmente muito dinâmico.

A demanda é maior em relação à oferta e os “bons negócios” acontecem rapidamente.

É necessário, portanto, ser receptivo e fazê-lo com bastante antecedência.

Principalmente, nas regiões mais dinâmicas em termos de “imobiliário”, Lisboa e sua periferia, Porto e Algarve.

Caso ainda tenha dificuldades de encontrar algum imóvel para alugar, você pode encontrar sites, como o Airbnb, no qual oferece aluguel de imóveis.

Espero que este artigo tenha ajudado você a tirar suas dúvidas em relação a adquirir ou alugar algum imóvel em Portugal!

Saiba como trabalhar em Portugal! Veja as melhores maneiras!

Conteúdos relacionados à este

Saiba tudo sobre a aposentadoria em Portugal!

Saiba tudo sobre a aposentadoria em Portugal!

Primeiramente, nesse artigo você vai saber como funciona a aposentadoria em Portugal com diversas dicas. As vantagens de uma reforma em Portugal são inúmeras e explicam porque tantos reformados franceses fizeram esta escolha.  A primeira, além do clima mediterrâneo de...

ler mais
Saiba como fazer a Transcrição de óbito em Portugal!

Saiba como fazer a Transcrição de óbito em Portugal!

Primeiramente, saber realizar a transcrição de óbito em Portugal, pode facilitar os trâmites. O falecimento de um cidadão de Portugal no qual aconteceu fora do país de origem deve ter comunicação de forma obrigatória ao órgão de Registro Civil. O procedimento de...

ler mais
Como fazer Transcrição de Casamento em Portugal?

Como fazer Transcrição de Casamento em Portugal?

Muitas pessoas têm dúvidas a respeito de fazer a Transcrição de Casamento em Portugal e por que isso deve ser feito. Então aqui iremos explicar, a primeira razão é que no país português todo ato civil de um indivíduo precisa ser registrado. Sendo assim, a seguir...

ler mais

Deixe um comentário aqui